top of page
  • Foto do escritorRegina Mota

Redação Enem 2021 - Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil

Atualizado: 25 de ago. de 2022

A discussão acerca dos direitos políticos e sociais dos indivíduos foi impulsionada a partir do surgimento do Iluminismo no século XVIII, o que permitiu a definição dos ideais cidadãos – conceito que excluía os moradores de rua, as mulheres e as crianças. Nesse sentido, apesar da ampliação jurídica, a garantia de acesso à cidadania no Brasil ainda é um desafio atual relacionado à invisibilidade e ao registro social. Isso acontece na medida em que o preconceito e a desigualdade socioeconômica criam barreiras para a posse dos documentos vivis e, como consequência, para a inclusão dos brasileiros.

A princípio, é possível afirmar que a alta taxa de pessoas sem certidão de natalidade prejudica o reconhecimento dos direitos e dos benefícios sociais no Brasil, por exemplo, a utilização do Sistema Único de Saúde (SUS). Isso porque os documentos têm a função de atribuir identidade à população, uma vez que a Carta Magna de 1988 – conhecida como Constituição Cidadã – legitima a nacionalidade dos indivíduos por meio da apresentação desses registros. Dessa forma, devido à realidade brasileira de desigualdade socioeconômica, principalmente entre os povos negros e de baixa renda, a falta de políticas governamentais que garantam a democratização desses direitos civis mantém a invisibilidade da população marginalizada, assim como ocorreu com o advento do Iluminismo, no século XVIII.

Além disso, o preconceito criado em torno das classes sociais mais carentes, como os moradores de rua, dificulta a obtenção da cidadania no país, visto que dificilmente são reconhecidos pelo Estado, por não possuírem residência fixa. Sendo assim, a burocracia para a retirada dos documentos, associada à permanência de pensamentos excludentes que classificam esses indivíduos como inferiores e incapazes de exercer o direito político, devem ser combatidos para possibilitar o aumento do número de pessoas com registro de nascimento no Brasil. Desse modo, os cidadãos poderão ter acesso a outros benefícios, por exemplo, a entrada em universidades, o que permite a inclusão social e o desenvolvimento econômico, assim como rege a Constituição Federal.

Portanto, o Governo Federal, responsável pelo bem-estar da população, deve ampliar os investimentos direcionados à garantia do registro civil no Brasil, de forma a divulgar a necessidade de obtenção dos documentos. Isso deve ser feito por meio da publicidade em rádio, já que é o meio de comunicação mais popular, e da parceria com ONGs que facilitem o contato com os moradores de rua, para que os indivíduos sejam encorajados a lutar pelos seus direitos. Diante dessa realidade, essas ações devem ser feitas com o objetivo de diminuir a invisibilidade das pessoas mais carentes, impulsionando a cidadania.

Paula Carneiro - aluna do Curso Regina Mota 2021 - Nota 980

C1: 4/5 = 180 C2/C3/C4/C5: 5 = 200 cada competência

Paulinha é acadêmica de medicina. Início: 2022.


Depoimento

Conseguir expressar tudo que aprendi e senti com o Curso Regina Mota é bem difícil, acho que só vivendo pra entender. Minha intenção inicial era passar em medicina e procurei a Regina pra me ajudar na redação, mas com o tempo, ela mudou não só a forma que eu enxergava a escrita, mas também meu estudo como um todo, os vestibulares e depois, a vida mesmo. Comecei na salinha quando tava no ensino médio, e minhas redações voltavam da correção cheias de coração! Quem já os recebeu, sabe que não significam nota 1000: é sinal de que falta leitura. E que baita mudança! Lembro da última aula que tive antes do enem, no meio do desespero, que a regina repetia “seleciona as ideias, não precisa escrever todas na redação”. Isso aconteceu com incentivo, apoio, escrita, correção e reescrita, no presencial e no EAD. Até hoje, quando escrevo (inclusive esse texto), escuto a voz da regina na minha cabeça e já imagino o que ela corrigiria kkkkkkkkk acho que todo mundo tem uma professora que marca a vida, e a regina é essa pessoa pra mim. Começou sendo minha professora, hoje em dia é uma mãezona, que me aconselha e me ajudou a tomar todas as decisões, inclusive a escolha da faculdade. Regina, você participou de todo esse processo, então deixo aqui meu MUITO obrigada, por chorar, sorrir, ficar com raiva, agradecer, e comemorar junto comigo. É nítido que vc ama o que faz e sou muito grata por vc me ajudar a também fazer o que eu amo!

Paulinha! Que emoção ao ler seu texto. Passou um "filme" de tantos acontecimentos. Muito feliz por tudo!

Muito Obrigada!

131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Redação 980 - Victor Augusto - Enem 2020

Tema: O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira Em “O Alienista”, ao concluir a obra com o psiquiatra internado na instituição que havia construído para prender “loucos”, Machado

Redação 980 - Enem 2018 - Gabriel Otoni

Tema: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet A intensa coleta de dados na internet é responsável por manipular os desejos dos usuários e criar um ambiente no qual a

bottom of page