• Regina Mota

Por que 1º de abril é considerado dia da mentira?

Em inglês, o 1º de abril é chamado de Fool’s Day, “dia do tolo”.


Durante certo período da história romana, também foi costume comemorar a passagem dos anos em abril, mês que marcava uma época feliz para o agricultor, pois era quando as sementes germinavam com promessas de fartura. Aprilis foi o nome escolhido para o mês por significar “o que abre” ou “o que inicia”. No hemisfério norte, abril corresponde ao início da primavera, sendo que a palavra latina vera significa “estação”, ou seja, a primavera era o período da “primeira estação”. Dessa forma, 1º de abril foi considerado, durante muitos séculos, o primeiro dia do ano, quando também ocorria a tradicional Festa dos Loucos. Como o riso era condenado pelo cristianismo oficial da Idade Média, a única forma de extravasar a alegria era através de cerimoniais cômicos – como essa Festa dos Loucos, em que estudantes e clérigos inundavam as praças, ruas e tabernas com máscaras, fantasias e danças. Os ritos e os símbolos religiosos eram degradados de forma grotesca, passando do plano espiritual para o material e terreno. Eram os dias dos bufões, das brincadeiras e de embriaguez. Dessa memorável festa, restou-nos apenas o dia universal da mentira.



LEITE, Bertília; WINTER, Othon. Fim de milênio: uma história dos calendários, profecias e catástrofes cósmicas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.p.25.



Bufão:  substantivo masculino

1 m.q. bobo ('indivíduo grotesco')

2 Derivação: por extensão de sentido.

quem faz rir por falar ou comportar-se de modo cômico, ridículo, inoportuno ou indelicado, ou aquele a quem falta seriedade nas relações humanas

3 Derivação: por extensão de sentido.

aquele que se vangloria muito; fanfarrão, jactancioso


Dicionário Antônio Houaiss da Língua Portuguesa

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Considerações sobre nossos desejos, Contardo Calligaris

Um jovem não sabe o que ele está a fim de fazer da vida, e os pais pedem que eu descubra qual é o desejo do filho, de modo que ele possa escolher o vestibular e a profissão que ele "realmente" gostari

Como não ler 'Pinóquio', Jorge Coli

Há leitores que seguem frases com miopia, sem ver a obra em sua inteireza Traduzir é muito bom. Tem algo de palavras cruzadas: é imperioso encontrar o termo exato, o mais preciso possível. Pede sinton

Geração que só sabe falar, Djamila Ribeiro

Pessoas mimadas não respeitam quem veio antes em tempos de debates rasos É a morte do pensamento crítico, do respeito e da falta de humildade para ouvir uns puxões de orelha No final da minha adolescê