Curso Regina Mota

Desenvolver a habilidade de expressão escrita, estudando questões fundamentais da gramática e da prática redacional. O Curso Regina Mota de Português e Redação é ideal para quem busca bons resultados no vestibular/Enem e concursos. No site você encontra mais informações sobre o curso, além de ter acesso a textos, vídeos e conteúdo de qualidade sobre Língua Portuguesa e Cultura Brasileira.

Entender a realidade dos surdos ajuda tanto no Enem como na vida, Jairo Marques

Para quem labuta por mais inclusão no país, principalmente a inclusão na escola, o tema da redação do Enem foi motivo para festa com banquete, uma vez que coloca os desafios da deficiência, com ênfase na sensorial, no centro das atenções de milhares de jovens postulantes a uma vaga nas principais universidades brasileiras. Isso sem falar que arrasta o assunto por pelo menos um ano para holofotes de cursinhos, reuniões familiares e discussões entre amigos. Por outro lado, a empreitada … LEIA MAIS

Reportagem da Folha: Escreve que melhora

Médicos estão descobrindo que é bobagem essa história de que o paciente deve evitar pensar na sua doença. Pelo contrário, escrever sobre ela pode ser uma boa arma contra a dor Reinaldo José Lopes – Colaboração para a Folha Médicos de um dos mais respeitados centros oncológicos do mundo fizeram uma descoberta que vai na contramão do senso comum, segundo o qual a última coisa que o portador de uma doença grave deve fazer é pensar demais no problema de … LEIA MAIS

O lixo da internet, Drauzio Varella

A internet dá acesso ao melhor e ao pior da imaginação humana, às informações da maior relevância e às manifestações dos instintos mais desprezíveis. Corre no lixo que a infesta um vídeo de uma mulher que atribui a mim um alerta sobre supostos perigos das radiações emitidas por ocasião de radiografias dos dentes e das mamografias. Ela diz que havia assistido a um programa de TV, no qual eu teria feito a malfadada afirmação. Mentira deslavada que atesta o mau-caráter … LEIA MAIS

Troca de letras, Denise Lucas

Cebolinha, Troca Letras, Língua “Plesa”. Esses são os apelidos  nem tanto carinhosos que tenho desde a infância. E, até hoje, é assim. Sempre encontro um engraçadinho que diz: “Você fala tão bonitinho trocando as letras!”. Troco, não nego, evito errar. Entretanto, elas se embaralham em minha mente e o “t” tem som de “d”, o “p” e “b” são exatamente iguais.  Para escrever faca (a que corta) ou vaca ( a que dá leite), tenho que pensar mais de uma vez. … LEIA MAIS

Textos apócrifos, Drauzio Varella

Sou contra a prisão perpétua, mas sou a favor dela para quem escreve textos apócrifos na internet. Segundo o “Dicionário Houaiss”, apócrifo é um texto falsamente atribuído a um autor ou de cuja autoria se tenha dúvida. Ele cita como exemplo existirem várias poesias apócrifas atribuídas a Luís de Camões por seus editores haverem introduzido em sua lírica textos de outros poetas. Outro caso célebre de intromissão apócrifa ocorreu com o genial Jorge Luis Borges, que jamais alinhavaria as mediocridades … LEIA MAIS

TAG:

Não fui eu, Lya Luft

“Como tantas coisas neste mundo contraditório, a internet  é ao mesmo tempo covil de covardes e terra de maravilhas”  Há semanas venho recebendo, via e-mail de amigos ou conhecidos, um texto com meu nome, às vezes até com minha fotografia, mas que não é meu. Pessoas me abordam para dizer que o receberam de outras, e eu negando, tentando esclarecer: não fui eu!!! Eu não o escreveria. É um texto cretino, dizendo entre outras bobagens que numa palestra para mulheres, … LEIA MAIS

Henfil e a criatividade:a inspiração é um cachorro preto, um doberman bem aí atrás de você

O cartunista Henfil foi convidado para dar um curso de criatividade no Sesc-Pompeia (SP). E, pelo que ele conta aqui, as aulas estão sendo muito criativas. Cheias de boas ideias para escolas que só ensinam a repetição e a incompetência.    Não é bem um curso. Mas está sendo uma experiência interessantíssima. A gente fica juntos quatro horas cada sábado, fala-se muito, desenha-se muito pouco. A maior parte dos alunos vem de cursos como Comunicação, Belas Artes, Arquitetura. Não há … LEIA MAIS

Nascer no Cairo, ser fêmea de cupim

Conhece o vocábulo escardichar? Qual o feminino de cupim? Qual o antônimo de póstumo? Como se chama o natural do Cairo? O leitor que responder “não sei” a todas essas perguntas não passará provavelmente em nenhuma prova de Português de nenhum concurso oficial. Mas, se isso pode servir de algum consolo à sua ignorância, receberá um abraço de felicitações deste modesto cronista, seu semelhante e seu irmão. Porque a verdade é que eu também não sei. Você dirá, meu caro … LEIA MAIS

O gigolô das palavras

Quatro ou cinco grupos diferentes de alunos do Farroupilha estiveram lá em casa numa mesma missão, designada por seu professor de Português: saber se eu considerava o estudo da Gramática indispensável para aprender e usar a nossa ou qualquer outra língua. Cada grupo portava um gravador cassete, certamente o instrumento vital da pedagogia moderna, e andava arrecadando opiniões. Suspeitei de saída que o tal professor lia esta coluna, se descabelava diariamente com suas afrontas às leis da língua, e aproveitava … LEIA MAIS

NATAL LEGAL!, Sofia

Nesta noite pequenina Você não imagina Quem é que passa pelo céu É o PAPAI NOEL Dando risada e gargalhada. Fico um instante parada Pensando na estrada que eu vou caminhar. No meio da estrada, PAPAI NOEL aparece perguntando Se uma carona vou querer. Um sorriso eu abro, no meu rosto gelado que nele a neve caiu. Subo no trenó e desato o nó das rédeas. Papai Noel agradece, um presente ele me oferece e eu aceito com respeito. Com … LEIA MAIS